Interesse

RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS: COMO SE CLASSIFICA UM RELACIONAMENTO COMO SAUDÁVEL?

Namoro de 43853

Depois do nascimento, contudo, a criança ainda precisa dos pais para ter apoio emocional e psicológico — o que perdura por toda a sua vida. Quer entender melhor sobre a importância do relacionamento entre pais e filhos e o que você pode fazer para ele ser cada vez melhor? Dessa forma, o bom relacionamento deve ter início antes mesmo do nascimento do bebê e continuar assim pelos próximos anos. Nesse sentido, é preciso considerar que é a partir das relações com a família que a criança aprende a se relacionar com as outras pessoas e a entender sua própria autoestima. Um bom relacionamento entre pais e filhos, portanto, é fundamental para a criança crescer com segurança, confiança e autonomia. Dessa maneira, ela aprende a ter respeito ao próximo e a identificar o que realmente importa. De um lado, os filhos, principalmente na adolescência, geralmente pensam que os pais só querem impor regras e proibir. Do outro lado, os pais podem pensar que os filhos só querem permissões. Quando, no final das contas, os conflitos só escondem uma verdade: a necessidade de querer ser amado pelo outro.

Como construir um relacionamento saudável?

Quanto mais alguém grita, menos é ouvido. Alguém me disse certa vez que se gritar resolvesse alguma coisa, suíno nenhum morreria. Só tem sentido a crítica que for construtiva, pois esta é amorosa, sem acusações nem condenações. Isso funciona como um anestésico para que se possa fazer o curatriz sem dor.

Possíveis dificuldades na relação entre pais e filhos

Pessoas Apaixonadas por Pizza: Esse nome identifica instataneamente o ramo do blog. É um nome benefício restrititvo. Ver Misturar Cozinhar. O Desafiante Astuto: O uso da termo desinquietação é um desinsofrimento posterior aos leitores. Sortudo Sedutor: Sedutor sugere charme e sorteio tem conotações positivas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.